Após deslizamento, nº de vítimas por chuva sobe para 18 em Minas Gerais

Segundo Defesa Civil Estadual, mulher foi encontrada em Juiz de Fora.
Órgão divulgou que mais duas cidades decretaram situação de emergência.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais divulgou na manhã desta quinta-feira (26) que o número de vítimas da chuva subiu para 18 no estado após um deslizamento de terra em Juiz de Fora, na Zona da Mata. Segundo o órgão, mais duas cidades decretaram situação de emergência no estado.

Desabamento Jardim Natal em Juiz de Fora (Foto: Talison Vardiero/Arquivo Pessoal)Desabamento no bairro Jardim Natal, em Juiz de
Fora (Foto: Talison Vardiero/Arquivo Pessoal)

Durante a chuva na tarde desta quarta em Juiz de Fora foi registrado o desabamento de uma casa no bairro Jardim Natal. Conforme a Defesa Civil, havia duas mulheres no momento em que a encosta despencou. Uma delas foi socorrida e encaminhada ao pronto socorro da cidade. Na madrugada desta quinta, segundo o órgão, foi encontrado o corpo da outra vítima.

A Cedec informou que Aimorés e Santa Rita do Itueto, no Leste de Minas, decretaram situação de emergência por causa do grande volume de chuva, completando 26 cidades ao todo no estado. Até esta manhã, Ipatinga, no Vale do Aço, era o único município em Minas a decretar estado de calamidade pública.

Dados divulgados pela Defesa Civil Estadual mostram que o período chuvoso, considerado desde outubro deste ano, deixou 3.410 desalojados e 744 desabrigados. Além disso, 6.148 casas foram danificadas e 67 destruídas.

Na terça-feira (24) morreu a 16ª vítima da chuva em Minas. Um homem de 48 anos atingido por um deslizamento de terra em Itabira, na região central do estado.

A 17ª morte foi a de um menino de sete anos ser encontrado após um desabamento de terra em Sardoá, no leste do estado. Outras seis pessoas da mesma família morreram no incidente, que ocorreu no dia 17.

Em Belo Horizonte, um homem que estava se afogando dentro de um carro morreu na segunda (23). Ele chegou a ser resgatado, mas não resistiu

resistiu.

Ainda na segunda, em Itanhomi, no Leste do estado, uma casa desabou e matou uma mulher. A idade não foi confirmada, mas ela teria aproximadamente 60 anos.

Em Governador Valadares, duas crianças morreram na noite deste domingo (22) após um deslizamento no Bairro Vera Cruz. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a terra deslizou em cima do muro da casa em que elas estavam, arrastando o imóvel. As crianças de três e 11 anos chegaram a ser resgatadas com vida, mas não resistiram.

Em Ipatinga, um homem de 33 anos morreu soterrado ao tentar salvar o cão de estimação no domingo (22). Na sexta (20), em Timóteo, um idoso também foi vítima de soterramento, após deslizamento de terra em um lote.

No dia 19 de dezembro, um homem de 30 anos morreu ao tentar atravessar o Córrego Bebedouro, em Francisco Sá. No dia 18, uma mulher de 61 anos morreu após o deslizamento de uma encosta sobre a rodovia MG-474, em Aimorés.

Os dois primeiros óbitos foram registrados em Caratinga, Astolfo Dutra, na Zona da Mata. No dia 6, uma adolescente de 12 anos morreu depois de um desmoronamento de uma casa, no município da Zona da Mata. No dia 4 de outubro, um homem de 22 anos foi atingindo por um raio enquanto trabalhava em uma área rural de Astolfo Dutra.

Publicado por terreirorocadeobalue

Pai José filho de Obaluaê, nasceu na Bahia em 08/03/1935 e hoje esta com 76 anos sendo 69 deles de feitura no Santo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: