Chuva forte deixa ruas e avenidas alagadas em Macapá

Chuva iniciou na madrugada desta quinta e permaneceu durante a manhã.
Defesa Civil aconselha moradores a não saírem de casa.

 Forte chuva atinge a cidade deste a madrugada desta quinta-feira (9) (Foto: Dyepeson Martins/G1)

Ruas e avenidas de Macapá ficaram alagadas após a forte chuva que começou a cair na madrugada desta quinta-feira (9), seguindo pela manhã. Na Rua Santa Catarina, no bairro Santa Rita, Zona Sul da capital, a água subiu e chegou a invadir casas. Alguns moradores ficaram isolados dentro de suas residências.Comerciante Odair de Matos, de 38 anos, ficou ilhado junto com a família (Foto: Dyepeson Martins/G1)

 

 O comerciante Odair de Matos, de 38 anos, disse que ele e a família ficaram presos em casa depois que o entorno da residência onde mora alagou. “Moro aqui há oito anos e sempre acontece isso quando chove forte. Ninguém saiu para nada até agora”, lamentou Matos, que é proprietário de um mercantil. Ele diz que já começa a contabilizar os prejuízos provocados pelo isolamento do comércio durante as chuvas. “Clientes não têm acesso ao meu estabelecimento. Está tudo alagado”.

A estudante Maria Araújo, de 18 anos, decidiu enfrentar o alagamento para chegar até a casa de um parente que mora na Rua Silas Salgado, também no bairro Santa Rita. A estudante falou que está acostumada a se arriscar andando com a água na altura do joelho. “Isso aqui já é normal para mim”, afirmou.Alguns moradores decidiram caminhar mesmo com a água na altura do joelho (Foto: Dyepeson Martins/G1)Com a formação de poças de água, motoristas enfrentaram dificuldades para percorrer trechos da Rua Almirante Barroso, uma das principais vias da cidade. Os condutores que optaram por enfrentar o alagamento correram o risco de ficarem presos em buracos, segundo observou o aposentado Milton de Souza, de 63 anos, que mora próximo às regiões alagadas.

“Sempre tem um carro que fica preso nessas ruas e os moradores se unem para tirá-lo de lá”, destacou o aposentado.

Formação de poças d'água dificultou tráfico de veículos (Foto: Dyepeson Martins/G1)

 

A Defesa Civil aconselha que os moradores evitem sair de casa durante as chuvas. Em casos de residências localizadas em áreas de risco, a prefeitura deve ser informada para que seja feita a retirada imediata das famílias. “Vamos encaminhar técnicos aos locais. Mas a principal causa desses alagamentos ainda é a falta de drenagem nas ruas”, informou o coordenador municipal da Defesa Civil Maicon Kirley.

Publicado por terreirorocadeobalue

Pai José filho de Obaluaê, nasceu na Bahia em 08/03/1935 e hoje esta com 76 anos sendo 69 deles de feitura no Santo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: