Imagem

Terreiro roça de Obaluaê


Anúncios

SP terá queda na temperatura a partir desta quarta-feira, diz Inmet


Temperaturas devem subir a partir de sexta-feira (29).
Sábado deve registrar temperaturas elevadas.

Do G1 São Paulo

A cidade de São Paulo deve registrar queda na temperatura nesta quarta-feira (27), de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Os termômetros da Capital devem marcar máxima de 24°C nesta quarta, com céu parcialmente nublado a nublado com névoa úmida. A mínima pode chegar a 14°C durante o dia. Há possibilidade chuviscos isolados durante a noite.

Na quinta-feira (28), o dia começa nublado, podendo ter nevoeiro ou névoa úmida, e a temperatura continua em queda, podendo variar de 10°C a 18°C.

De acordo com o Inmet, a temperatura deve subir na sexta-feira (29), com céu nublado a parcialmente nublado, com nevoeiro ou névoa úmida. A máxima pode chegar a 20°C e mínima a 10°C.

No sábado (30), a temperatura sobe ainda mais, variando entre 12°C e 24°C. A condição climática pode variar de parcialmente nublado a claro com névoa úmida.

Imagem

Consultório Penha- Zona Leste-SP Rua Capitão João Cesário n°124a Whatsapp (11)97244-5814


te4

Terreiro Roça de Obaluaê


Em 2016 Terreiro Roça de Obaluaê INAUGURA atendimentos em Guarulhos , Sede própria Localizado próximo ao Shopping Bonsucesso .
Consultas & trabalhos ,atendimentos 2x por semana mediante a agendamentos com antecedência.
CONTATOS PARA AGENDAMENTOS
Site www.terreirodeobaluae.com.br
Consultório Roça de Obaluaê Penha Zona Leste SP (11)2365-7543 / 2082-0468
Terreiro Roça de Obaluaê Guarulhos SP Tel (11)2438-3457
Whatsapp (11)9-7244-5814 vivo SP
E-mail : terreirodeobaluae@yahoo.com.br
SEJAM BEM -VINDOS (AS)

Terreiro Roça de Obaluaê


Terreiro Roça de Obaluaê
Guarulhos próximo ao Shopping Bonsucesso
Agendamentos de consultas
(11)2365-7543 / 2082-0468 / 2438-3457

Rua em Itanhaém, SP, vira espécie de lago durante os dias de chuva


Moradora tem de deixar o carro e colocar uma galocha para entrar na rua.
Prefeitura afirma que incluirá a manutenção da rua em sua programação.

Moradora afirma que a rua fica intransitável todas as vezes que chove (Foto: Letícia Miranda de Souza/Arquivo pessoal)Rua fica intransitável todas as vezes que chove (Foto: Letícia Miranda de Souza/Arquivo pessoal)

A rua Pará, que fica no Balneário Gaivota, em Itanhaém (SP), alaga e torna-se intransitável todas as vezes que chove. A moradora Letícia Miranda de Souza enviou fotos por meio da plataforma colaborativa VC no G1.

Segundo a moradora, é necessário deixar o carro em outra rua e colocar uma galocha para entrar na rua Pará. “Todas as vezes eu deixo o carro e vou andando. Me sinto uma idiota”, completa.

Nota da redação: A Secretaria de Serviços e Urbanização, por meio da Regional do Gaivota, afirma que incluirá na programação serviços de manutenção na Rua Pará.

Morador reclama de rua abandonada em São Vicente: ‘Descaso total’


Morador reclama de rua abandonada em São Vicente: ‘Descaso total’

Segundo o morador, a população vive aterrorizada com enchentes.
Prefeitura de São Vicente afirma que enviará uma equipe ao local.

Segundo morador, o local alaga todas as vezes que chove  (Foto: Rui Elizeu de Matos Pereira/Arquivo pessoal)Segundo morador, o local alaga todas as vezes que chove (Foto: Rui Elizeu de Matos Pereira/Arquivo pessoal)

Moradores da Avenida Doutor Augusto Severo, que fica no Bairro Parque São Vicente, em São Vicente, no litoral de São Paulo, reclamam do alagamento, bocas de lobo entupidas, ruas esburacadas, bueiros entupidos e falta de segurança. O internauta Rui Elizeu de Matos Pereira enviou fotos por meio da plataforma colaborativa VC no G1.

Segundo o morador, outros ruas do bairro se encontram na mesma situação, que está crítica há mais ou menos 5 anos. “É a entrada da cidade e está completamente abandonada. É um total descaso da prefeitura. Não existe manutenção”, conclui o morador.

Os moradores do bairro se reunirão nesta quarta-feira (13) para fundar uma Sociedade de Melhoramentos. Segundo Pereira, a intenção é que eles ganhem mais força para reivindicar seus direitos.

Nota da redação:A Prefeitura de São Vicente informa, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Mobilidade Urbana (Semurb), que enviará uma equipe ao local para verificar a situação e ver se é de competência da Secretaria. Se for, será agendada a realização do serviço.


Sejam bem-vindosVwww.terreirodeobaluae.com.br vejam o nosso profissionalismo Roça de Obaluaê 65 anos de atendimentos

E-mail:terreirodeobaluae@yahoo.com.br
Twitter:@seteportas
Instagram:https://instagram.com/seteportas/
Google+ :https://plus.google.com/109636283378223370763/posts

Terreiro Roça de Terreiro Obaluae

Pai Jose Filho de Obaluaê nascido na Bahia em 08/03/1935 iniciou-se no Santo aos 7 anos de idade, terreiro roça de Obaluaê.
INSTAGRAM

seteportas


https://instagram.com/seteportas/

Sete Portas/Roça de Obaluaê Desde 1950 – Community – Google+ PLUS.GOOGLE.COM


Boa tarde
Roça de obaluaê Desde 1950
SP Zona Leste Penha
Contatos (11)2365-7543/2082-0468
site:www.terreirodeobaluae.com.br
Twitter :@seteportas
Instagram: https://instagram.com/seteportas/
Comunidade Goole+:

SITUAÇÃO DO BRASIL E DO MUNDO EM 2015


Previsões 2015
Sete Portas sumiu em vida a mais de 130 anos,era conhecido na Bahia por Romãozinho.Prever e orienta:https://www.youtube.com/watch?v=Ona-kVCIGMA

Terreiro Roça de Obaluaê


nosso Compromisso de trabalho em equipe e melhoria contínua, são chaves para conquistar excelência em qualidade e satisfação dos clientes.
SEJAM BEM-VINDOS
TODAS AS INFORMAÇÕES DE CONTATOS /AGENDAMENTOS DE CONSULTAS .
MEU SITE : WWW.TERREIRODEOBALUAE.COM.BR
TELEFONES : 2365-7543 2082-0468…
Ver mais
Terreiro Roça de Obaluaê
TERREIRODEOBALUAE.COM.BR

19/05/2015 10h46 – Atualizado em 19/05/2015 10h46 Volume do Sistema Alto Tietê registra primeira queda em 12 dias


O volume armazenado nos reservatórios do Sistema Alto Tietê sofreu a primeira queda em 12 dias nesta terça-feira (19), segundo os dados divulgados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O índice está em 23,2%. Na segunda-feira estava em 23,3%. Não havia registro de queda desde 7 de maio.

A pluviometria acumulada do mês, porém, subiu 0,1 mm, de 56,3 mm nesta segunda-feira (18) para 56,4 mm na terça. A média histórica do mês é de 59,6 mm.

Na mesma data no ano passado, quando o Estado já estava em meio à crise hídrica, os reservatórios estavam em 32,4% e a pluviometria acumulada no mês era de 6 mm.

Depois de um mês de maio bastante seco em 2014, o boletim da Sabesp apontou redução na média histórica de chuva em maio de 2015. Desde 2011, o boletim trabalhava com a média de 78,3 mm para o mês. Neste ano, a média histórica passou a ser de 59,6 mm. A queda foi de 23,8%.

Abril terminou com chuvas 19,8% acima da média histórica no Alto Tietê. Em fevereiro e março de 2015 também choveu mais que o esperado no sistema. Já em janeiro o mês terminou com chuvas 58,7% abaixo da média.

 

F

Sistema Alto Tietê
O Sistema AltoTietê abastece 4,5 milhões de habitantes da Grande São Paulo e parte da capital. Desde dezembro de 2013, fornece água também a moradores que antes eram atendidos pelo Cantareira.

Em dezembro de 2013, a água produzida na região passou a atender parte da população que antes era abastecida pelo Sistema Cantareira, mas a medida foi anunciada pelo governador Geraldo Alckmin apenas em março de 2014.

Implantado no início da década de 1970, o sistema é formado por cinco reservatórios: Ponte Nova (Rio Tietê), no limite dos municípios de Salesópolis e Biritiba Mirim; Paraitinga (Rio Paraitinga), em Salesópolis; Biritiba (Rio Biritiba), no limite dos municípios de Biritiba Mirim e Mogi das Cruzes; Jundiaí (Rio Jundiaí), em Mogi das Cruzes; e barragem de Taiaçupeba (Rio Taiaçupeba), no limite de Mogi e Suzano. A água do sistema é tratada na Estação de Taiaçupeba, em Suzano.

Sistema Alto Tietê já registra 56,3 mm de chuva em maio, diz Sabesp


Média histórica de chuvas para maio é de 59,6 mm.
Nível de armazenamento está estável em 23,3%.

Do G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Represa de Taiaçupeba, em Mogi (Foto: Douglas Campos/TV Diário)Represa de Taiaçupeba, em Mogi das Cruzes. (Foto: Douglas Campos/TV Diário)

O Sistema Alto Tietê precisa de apenas 3,3 mm de chuva para alcançara média histórica de chuvas para maio, que é de 59,6 mm, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Até esta segunda-feira (18) o acumulado do mês está em 56,3 mm.

Ainda de acordo com os números da Sabesp, o volume armazenado no sistema está estável desde quinta-feira (14) em 23,3%. Na mesma data em 2014, quando o Estado já estava em meio à crise hídrica, os reservatórios estavam em 32,5% e a pluviometria acumulada no mês era de 5,3 mm.

Depois de um mês de maio bastante seco em 2014, o boletim da Sabesp apontou redução na média histórica de chuva em maio de 2015. Desde 2011, o boletim trabalhava com a média de 78,3 mm para o mês. Neste ano, a média histórica passou a ser de 59,6 mm. A queda foi de 23,8%.

Abril terminou com chuvas 19,8% acima da média histórica no Alto Tietê. Em fevereiro e março de 2015 também choveu mais que o esperado no sistema. Já em janeiro o mês terminou com chuvas 58,7% abaixo da média.

Sistema Alto Tietê
O Sistema AltoTietê abastece 4,5 milhões de habitantes da Grande São Paulo e parte da capital. Desde dezembro de 2013, fornece água também a moradores que antes eram atendidos pelo Cantareira.

Em dezembro de 2013, a água produzida na região passou a atender parte da população que antes era abastecida pelo Sistema Cantareira, mas a medida foi anunciada pelo governador Geraldo Alckmin apenas em março de 2014.

Implantado no início da década de 1970, o sistema é formado por cinco reservatórios: Ponte Nova (Rio Tietê), no limite dos municípios de Salesópolis e Biritiba Mirim; Paraitinga (Rio Paraitinga), em Salesópolis; Biritiba (Rio Biritiba), no limite dos municípios de Biritiba Mirim e Mogi das Cruzes; Jundiaí (Rio Jundiaí), em Mogi das Cruzes; e barragem de Taiaçupeba (Rio Taiaçupeba), no limite de Mogi e Suzano. A água do sistema é tratada na Estação de Taiaçupeba, em Suzano.

EXU SETE PORTAS PREVISÃO PARA 2014


HAVERÁ O APARECIMENTOS DE NOVAS DOENÇAS SEM CURA NO MUNDO EM GERAL! EXU SETE PORTAS PREVER QUE HAVERÁ O APARECIMENTO DE NOVAS DOENÇAS SEM CURA NO MUNDO EM GE…

Estudo americano revela riscos de a terra ser atingida por asteroides


http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/videos/t/edicoes/v/estudo-americano-revela-riscos-de-a-terra-ser-atingida-por-asteroides/3301456/

Chuva deixa rios na Serra do Rio em estágio de atenção e alerta máximo


Petrópolis, Nova Friburgo e Teresópolis não registraram ocorrências.
Previsão é de mais chuva para esta terça-feira (15).

Rio Conego em Nova Friburgo, estava em alerta máximo nesta segunda (Foto: Suzana Barrozo/ Inter TV)Rio Conego em Nova Friburgo permanece em alerta
máximo (Foto: Suzana Barrozo/ Inter TV)

Após a forte chuva que caiu na Região Serrana nesta segunda-feira (14), os rios Cônego, Bengalas e Córregio D’antas emNova Friburgo estão em alerta máximo para o risco de transbordamento. Já em Petrópolis, o rio Quitandinha está em alerta. Os demaisrios da região permanecem em estágio de atenção.

Em 24 horas, foram registrados 158 milímetros de chuva no Pico do Caledônia em Nova Friburgo. A Defesa Civil da cidade informou que está em estado de atenção e não foram registradas ocorrências até o momento.  A previsão é de chuva moderada para a cidade.

Segundo a Defesa Civil de Petrópolis,  os bairros Quitandinha, Independência e Morin estão em estado de atenção. Nenhuma ocorrênciagrave foi registrada, apenas pedidos de vistorias de imóveis e pequenos deslizamentos de terra, sem gravidade. Nesta tarde, chove moderamente na cidade.

Teresópolis também não registrou nenhuma ocorrência devido à chuva. De acorodo com a Defesa Civil do município, até o momento, a situação é de normalidade. Para esta terça-feira (15), azona de convergência de umidade que trouxe a a forte chuva para a Serra, deve permanecer n